Consciência...

Caminho em meus calcanhares...
Lembro de outrora de meus tempos vividos,
Acordo com idéias de épocas passadas...
São flashs ás vezes que relampejam em minha mente...
Consciência livre,
Passeio pelo meu entender de mulher...
Vejo-me,
Assusto...
Penso ás vezes em abrir meus braços e me jogar ...
Entregar-me ao destino...
Acredito no livre arbítrio por isso luto...
Luto, sempre lutarei por este caminho que chamamos vida,
E reconhecerei meus pensamentos entre
O coração e a morte.

Nancy Moisés

Envie essa poesia para alguém!